Segurança o futuro é mac

8 factos sobre segurança informática que não devem ser ignorados

Todos os dias vemos, lemos e ouvimos noticias sobre falhas de segurança informática, e se calhar ignoramos aquilo que ouvimos. Mas acreditem que coisas simples podem fazer a diferença para nos manter seguros nesta era da tecnologia.

 Segurança informática o futuro é mac

  •  Uma password forte faz toda a diferença e pode evitar a maioria dos ataques

Para além de uma termos uma password forte com letra maiúsculas, números e outros caracteres por exemplo: vamos imaginar que a minha password é “0FuTuR0éM@c” o que temos aqui? Números, letras maiúsculas, letras minúsculas e ainda caracteres especiais. Existe um site brasileiro, um de muitos, que nos ajudam a fazer um teste à nossa password Este site chama-se Teste de Senha, aqui vão poder ver qual a percentagem de segurança da vossa password. Por exemplo a password que descrevi, e podem fazer o teste se quiserem tem uma segurança de 94%.

Muitas vezes as pessoas não se preocupam porque acham que não possuem nada de importante nas contas de email, mas não falamos apenas disso. Imaginem que possuem a vossa password do PayPal num email, é o suficiente para conseguirem por conta descobrirem a vossa morada, NIB, data de nascimento, entre muitas outras informações. Mas a segurança não se vê apenas pela conta de email, vê-se por tudo o que possuímos online. E criar uma password forte não custa nada.

  • O facto de um dispositivo ser novo não quer dizer que seja seguro

Um aparelho novo, quer seja tablet, smartphone e até mesmo um computador estão mais vulneráveis do que nunca a qualquer malware. A primeira vez que os ligamos à internet até conseguirmos obter um antivirus estamos sujeitos a vulnerabilidades. Basta uma fracção de segundo para termos o nosso dispositivo infectado e por sua vez infectar outros dispositivos. Podem até possuir uma pen com um antivirus, mas se essa pen tiver um malware que não seja detectado mal a introduzam o vosso computador, este fica automaticamente afectado. Mesmo antes de instalarem o antivirus. Todo o cuidado é pouco quando os dispositivos são novos. No caso dos smartphones e tablets, muitas vezes as pessoas procuram aplicações gratuitas em sites, mas a brincadeira pode ficar mais cara do que o próprio valor da app. Se instalarem um ficheiro .apk que não seja reconhecido nem seguro é o suficiente para danificarem o vosso hardware, se tudo correr bem conseguem recuperar o dispositivo com um novo root ao aparelho.

  • Até mesmo o software mais seguro tem vulnerabilidades de segurança

Vamos a uma área onde me sinto à vontade para falar. O sistema iOS da Apple, porque é que o jailbreak foi conseguido? Devido a falhas de segurança de software. E estamos a falar de uma das melhor empresas do mundo que cria hardware e software. Sendo uma das melhores do mundo é bastante provável que trabalhem lá os melhores engenheiros de segurança que o dinheiro possa pagar, mas mesmo assim o jailbreak acontece a cada versão do sistema operativo. Outro exemplo ainda na Apple. Todos estão familiarizados com a palavra jailbreak certamente, mas muitos podem não saber que foi conseguido apenas por uma pessoa da primeira vez que foi feito. O seu nome é Jay Freeman, ou Saurik no mundo dos nerds (no meu também). Saurik conseguiu descobrir falhas de segurança naquele que era considerado o melhor sistema operativo móvel do mundo. E sozinho conseguiu fazer o desbloqueio do mesmo. Depois dele começaram a surgir equipas de programadores que tentam a cada sistema operativo quebrar os códigos da Apple.

  • Cada aplicativo e cada site deve usar o HTTPS

Sim é verdade, para quem conhece e costuma usar o HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure) sabe que é lento, mas deve ser usado em sites onde informação pessoal e confidencial é introduzida.

Já devem ter reparado que na barra do lado esquerdo aparece um cadeado, esse cadeado significa que esse site é seguro para colocar informações pois utiliza uma camada adicional de criptografia que mantém as nossas informações seguras. Em termos de velocidade podem nunca ter reparado pois muita informação já se encontra guardada em cache, mas mesmo assim para quem está habituado a navegar e a utilizar sites que não sejam seguros nota a diferença.

  • As clouds não são seguras

Surgiu a moda das nuvens, das clouds, dão imenso jeito isso dão mas não é nada seguro. Não por uma questão de poderem perder os vossos dados, mas por uma questão de privacidade. Já pensaram quem estará a ver as vossas coisas? Já pensaram que podem armazenar tudo numa nuvem e ter acesso à vossa informação pessoal em qualquer lado? Da mesma forma que vocês podem, outros também o podem fazer. Arrepiem-se só de pensar que os vossos dados bancários, as vossas fotos, vídeos, dados familiares, registos médicos. Um ataque a uma cloud é mais fácil de esconder do que a qualquer outro dispositivo, Todos os nossos dados estão em servidores, todos esses servidores possuem a informação de milhões de pessoas, basta alguém conseguir entrar na conta de outra pessoa com más intenções para conseguir danificar e roubar aquilo que também é nosso. São ataques que até podemos nem ver, imaginem que ao mesmo tempo que vocês navegam na vossa nuvem outra pessoa está a partilhar o espaço com vocês.

  • Actualizações de software não devem ser ignoradas

“Outra vez??” Quantos de nós já não dissemos isto ao vermos um notificação a informar que é necessário actualizar o software? Pode demorar minutos, como até pode levar algumas horas… é secante ter de estar à espera é uma realidade, mas se as actualizações surgem é porque alguma coisa aconteceu para elas serem criadas. Não se desleixem, actualizem o software sempre que for solicitado.

  • Um Hacker não é um criminoso

Muitas pessoas pensam que um hacker só existe para roubar informação pessoal de alguém, mas enganem-se. No mundo dos hacker existem categorias, neste caso chapéus. Os blackhats são os que provocam distúrbios, e podem eventualmente conseguir ter acesso a informação confidencial que podem usar contra o seu proprietário de forma ilícita. Depois temos os whitehats, os bonzinhos no meio disto. Um whitehat possui o mesmo conhecimento que um blackhat só o utiliza de uma forma não abusiva e não prejudicial. Mas os hackers são necessários, muitas vezes são eles que alertam para as falhas de segurança dos sistemas. Provocam ataques inofensivos para alertar e dizer sem falar “atenção que o aí tens não é seguro”.

  • Ataques cibernéticos e ciberterrorismo são uma realidade mas muito raros

A comunicação social faz o seu papel, mas descreve situações que muitas vezes são difíceis de entender para quem está a ouvir. Nunca lhe perguntei, mas se calhar a minha avó pensa que eu sou um criminoso porque ando pela internet. Talvez quase todo o mundo seja criminoso por andar por aqui. Isto é apenas um exemplo do que as pessoas não entendem, mas se as coisas forem bem explicadas não ficam margens para dúvidas. Este tipo de ataques, como disse são uma realidade, mas são tão difíceis de acontecerem. Estamos a falar de ataques a governos com sistemas de segurança de uma força bruta assustadora. É uma realidade sim, a qualquer momento em qualquer parte do mundo pode estar a ser planeado um ataque mas demoram a ser concretizados, e provavelmente quando estiver pronto para ser colocado em prática terá de ser revisto novamente pois os sistemas de segurança sofrem alterações constantes. É uma realidade, mas difícil de alcançar.

 

Um comentário sobre “8 factos sobre segurança informática que não devem ser ignorados

Deixar uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s