Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (18)

Mission to Mars 2049 – Review / Unboxing

Depois de ter feito o primeiro artigo em português do jogo “Mission to Mars 2049, o seu criador, Dagnis Skerbe teve a amabilidade de me enviar um exemplar para testar e apresentar o produto em primeira mão no mercado de língua Portuguesa.

O exemplar enviado pelo autor do jogo ainda não se encontra disponível em Português, mas em primeira mão é possível adiantar que o mesmo será comercializado pela MAJORA já a partir de Outubro deste ano. Ou seja, já temos uma boa prenda para oferecer no Natal aos amigos e família.

A MAJORA gentilmente cedeu a capa do jogo para o mercado português ao blog “O futuro é Mac”:

Missão a marte 2049 Capa Majora Pedro Topete Blog
O jogo Missão a Marte 2049 é recomendado pela National Geographic 

 

Mas este ano para além da língua portuguesa vão estar disponíveis outras, tais como:

  • Francês
  • Espanhol
  • Sueco
  • Holandês
  • Dinamarquês

O conceito do jogo é direccionado para a economia, ficção cientifica, exploração espacial e construção de território. Parece um pouco confuso ter estas 4 categorias num só jogo, mas acreditem… não é!

Para começar o jogo é baseado em acção por turnos, onde cada jogador pode efectuar os todos os seus movimentos no seu período de jogo. E adianto já um pequeno spoiler, não tomem o jogo como garantido, apesar de terem uma elevada quantidade de recursos, bases ou até mesmo estradas para atingirem o centro de Marte podem perder os vossos trunfos com uma sabotagem dos vossos inimigos.

A experiência do jogo é fantástica e acreditem em mim, extremamente viciante. Como jogar Mission to Mars 2049?

Simples: juntem alguns elementos da família, neste caso os primos e claro alguns amigos. A nossa equipa para a conquista de Marte era composta por Pedro, Samuel, Rita, Jorge, Sara e eu (Pedro Topete).

A equipa era composta por 6 elementos quando na realidade só são necessários um máximo de 4 jogadores. Mas nesta fase inicial os dois elementos extra deram muito jeito, visto que é preciso alguém que controle o banco e efectue a gestão dos recursos que vamos adquirindo.

Como não poderia deixar de ser, um novo jogo de estratégia, com um novo conceito demora o seu tempo a aprender. Neste caso demoramos cerca de 30 ou 40 minutos a nos inteirarmos das regras do jogo, não muito diferente daquilo que é indicado na própria caixa.

Aqui demoramos um pouco pouco mais daquilo que é indicado porque, naturalmente tínhamos de fazer a tradução das cartas do jogo para português, algo que será ultrapassado quando o mesmo for lançado oficialmente para o nosso país.

Posso dizer que o jogo tem a particularidade de nos prender durante 3 horas seguidas sem nos apercebermos do tempo a passar. Sim… 3 horas da minha vida que passar a voar… 3 horas da minha vida onde me consegui viciar num jogo de tabuleiro onde infelizmente não dá para jogar sozinho.

Este não será apenas um jogo para as tardes e noites quentes de Verão. Este é um jogo para ser obrigatório nas tardes de Domingo ou sempre que haja tempo livre com os amigos.

Características do jogo:

  • Na fase inicial, todos os jogadores (mínimo 2, máximo 4) começam com uma base e três centrais de produção de recursos (Oxigénio, Minério e Alimentos).
  •  Cada vez que o dado é lançado, cada um dos jogadores vai receber uma carta com o símbolo representado na face do dado. Isto se for um dos recursos, vamos supor que durante o jogo conseguimos adquirir 4 centrais de produção de alimentos. Por exemplo, cada vez que um jogador lance o dado e o símbolo de alimento saia, cada jogador vai ganhar um carta por cada estação de produção desse recurso. Neste caso 4 cartas do recurso de alimentação, se um oponente só possuir 2 estações de produção de alimento, nesse turno irá receber apenas duas cartas.
  • Sempre que vamos acumulando cartas de um recurso em grandes quantidades, as mesmas podem ser trocadas por “moedas”, as quais não podem ser roubadas em caso de sabotagem do inimigo. As cartas dos recursos podem ser trocadas de uma forma segura da seguinte maneira: 3 cartas = 1 moeda do mesmo valor do recurso; 8 cartas = 1 moeda do mesmo valor. Estas combinações podem ser feitas com cartas e moedas, por exemplo 2 moedas de 3 = 6, a estas  podemos somar mais 2 cartas do mesmo recurso e temos um valor total de 8. Podemos trocar as cartas mais as duas moedas por uma única de 8 do mesmo recurso. Assim temos a segurança de que nenhum jogador nos vai sabotar os recursos.
  • No dado temos um diamante desenhado, nesse caso apenas esse jogador recebe uma carta à sua escolha (excluindo cartas de paz, cartas de guerra ou moedas). Neste turno apenas apenas o jogador que lançou o dado e recebeu o diamante irá ter alguma coisa em troca.
  • O tabuleiro do jogo é muito resistente e visualmente perfeito com a imagem do Planeta Marte.
  • A qualidade das peças é muito boa, finas mas resistentes.
  • As cores são agradáveis, cada jogador possui uma cor e todas as suas peças serão da mesma cor.
  • Cada um dos jogadores no inicio do jogo, para além das 4 peças iniciais, recebe também 2 cartas de cada recurso (um total de 6) para começar e ainda uma carta com o valor comercial de cada recurso para comprar e trocas.
  • Quem conseguir colocar um extractor de H2O no centro do planeta é o vencedor do jogo. Para quem tiver dúvidas em como será o confirmado o vencedor, o mesmo terá uma peça da sua cor no centro do tabuleiro.
  • Independentemente do todos os jogadores terem estradas construídas para o centro, apenas vence quem conseguir colocar o extractor da sua cor no centro.
  • O jogo possui várias sacas de transporte para as moedas e as cartas não se perderem. Este é um pequeno pormenor  que nem sempre se vê nos outros jogos. Muitas das vezes os acessórios dos jogos são arrumados dentro da caixa andando à solta e até existe a possibilidade de se perderem peças.
  • Mas, para o caso de se perderem peças, existem algumas de substituição tudo foi pensado neste jogo.
  • A caixa do jogo tem uma inscrição curiosa: Smartphone Resistant, não podia ser mais real. Durante as 3 primeiras horas de jogo ninguém se lembrou de mexer nos telemóveis, nem para ver o tempo a passar.
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (5)
Tudo o que podemos ler na caixa é pura realidade
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (1)
Mission to Mars 2049 – acabado de chegar
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (3)
A abertura
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (4)
Depois de aberto temos acesso a peças de qualidade
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (2)
Visualmente atraente cheio de cores
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (6)
As primeiras noções do jogo
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (7)
O tabuleiro é completamente perfeito
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (8)
Algumas das peças que acompanham o jogo
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (9)
As peças são muito resistentes e leves
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (10)
As cores tomam conta do tabuleiro
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (11)
Unboxing das cartas do jogo
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (12)
“Air” um dos elementos preciosos na nossa missão a Marte
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (13)
Temos cartas que nos ajudam e cartas que nos destroem
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (14)
Temos missões para destruir os inimigos
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (15)
Tudo o que precisamos está aqui
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (16)
Os recursos tem de ser racionados
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (17)
Este símbolo significa “alimentos” algo imprescindível para a sobrevivência
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (19)
“Road” o que nos permite chegar à vitória
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (20)
Cartas, moedas, dado e tabuleiro
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (21)
“Road” e “Air”
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (22)
As pequenas pontes que vemos são as estradas que nos ajudam a chegar à vitória
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (23)
As nossas “cábulas” para nos ajudarem durante o jogo
Mission to Mars 2049 análise Unboxing Review Português Portugal Pedro Topete (24)
O que vemos a verde são todas as peças de um só jogador

Para já ainda não sei o valor pelo qual será comercializado em Portugal, mas depois da experiência, tenho de dizer que vale realmente a pena o valor que se paga por ele.

Desde já, aproveito para parabenizar o Engenheiro Samuel Santos de Tarouca, o qual foi o primeiro cidadão português a conseguir extrair H2O do planeta Marte nos dois primeiros jogos de Mission to Mars 2049 efectuados em Portugal.

 

 

Um comentário sobre “Mission to Mars 2049 – Review / Unboxing

  1. Muito bom sem duvida. Recomenda-se aos principiantes pela sua simplicidade e fácil aprendizagem, mas também aos jogadores habituados a jogos bem mais complexos, porque serve para refrescar a mente enquanto se joga algo leve mas viciante.
    Mecânica já à muito usada (e inspirada certamente num jogo reconhecido mundialmente de nome “Catan”) de recolha de recursos através de lançamento de um dado, compra de diversos elementos com séries de cartas de recursos, ocupação de área e utilização da cartas extras para melhorar e/ou complicar a vida dos jogadores.
    Contudo, com um tema interessante e futurista, está bem aplicada e diverte-nos por um par de horas.
    Excelente qualidade dos materiais e com um livro de regras explicito, nada confuso e sem erros quanto ao que há a fazer.
    Parabéns à Majora pelo excelente regresso (finalmente!) e que dê uma ajuda na divulgação dos Jogos de Tabuleiro em Portugal, um movimento que parece estar a renascer das cinzas – estão ambos – dando espero, alento aos criadores portugueses, que embora ignorados, existem com excelente qualidade.

    Curtido por 1 pessoa

Deixar uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s